Busque uma postagem

Arquivos

domingo, 12 de junho de 2016

Rádio Educadora: 50 anos promovendo fé e cidadania

Educadora faz cobertura de 9º Encontro Intereclesial das CEBs (Comunidades Eclesiais de Base)

A ideia de uma rádio para difundir o Evangelho, a cultura e a educação popular na zona rural e urbana maranhense fez com que dom José de Medeiros Delgado, então arcebispo, reunisse um grupo formado por membros do clero e leigos para fundar, em 12 de junho de 1966, a Rádio Educadora do Maranhão AM - 560 KHz – com apenas 1Kw de potência no transmissor.
De 1985 a 1986, a Rádio Educadora pela 1ª vez ganhou novos equipamentos (uma antena de 105 metros e 10Kw de potência com um som puro, o que a colocou já entre uma das primeiras em audiência do Estado).
Ao completar 30 anos, em 12 de junho de 1996, a Rádio Educadora inaugurou novos transmissores com 25 Kw de potência e sua torre de 125 metros, dando maiores condições de alcançar novos horizontes. Em fevereiro deste mesmo ano, a 560 Khz passou a transmitir via satélite a Rede Católica de Rádio (RCR).
Em 12 de junho de 2016, a Rádio Educadora comemora o seu jubileu de 50 anos com nova antena e potência máxima em seu transmissor (mais que o dobro de potência de todas as concorrentes do Estado) é uma das mais influentes do Maranhão, com grande envolvimento de seus ouvintes das mais diversas classes sociais: políticos, empresários, juristas, donas de casas, religiosos, leigos, etc.  
Gestores - Em cinco décadas, muitos foram os administradores, aos quais os arcebispos confiaram a gestão da
rádio: religiosos, presbíteros diocesanos e leigos. Atualmente, o grande parceiro e gestor é o Santuário Arquidiocesano São José de Ribamar, na pessoa de seu Reitor e Vice-reitor, os padres Cláudio Roberto e Gutemberg Feitosa, respectivamente. Com todos eles, a grande equipe de funcionários, presbíteros, paróquias, pastorais, pessoas voluntárias, ouvintes e instituições afins colaboraram e continuam a colaborar para os objetivos da rádio.
Padre Plutarco Almeida, sacerdote jesuíta, um dos antigos diretores (1993-1997), ao falar do jubileu de 50 anos, disse: “Experimentei na Rádio a graça de Deus agindo em favor de quem luta pelos pobres. É uma história de profetismo, luta e sofrimento mas de muitas vitórias e alegrias, já que tudo foi feito para que as classes mais excluídas deste Estado pudessem ter voz e vez.” Sem dúvida, essa sua afirmação expressa de forma grandiosa a importância profética da Rádio Educadora para a história e para as lutas do povo maranhense.
Novidades - A Educadora é filiada à Rede Católica de Rádios (RCR) e integra a Rede de Notícias da Amazônia (RNA). Além disso, implanta substanciosas mudanças tecnológicas, adere às redes sociais, construiu uma nova antena e trabalha para atender aos anseios do povo de Deus.
Outro ponto de grande credibilidade são as muitas novidades no setor esportivo, famoso desde a década de 80, quando a emissora ganhou o apelido de “Seu Gavião”, por ser ouvida pela maioria do público presente nos estádios de futebol, e agora reúne os melhores profissionais nessa nova fase.
A nova programação da Rádio Educadora começa mais cedo, às 5h, com Jota Kerly apresentando o “Café com Notícias”. No jornalismo, os tradicionais “Roda Viva” e “Revista 560” voltam com conteúdo mais interativo e o “Conexão 560” passa a ter maior duração. Na programação religiosa, destaca-se o retorno do padre Ricardo Moreira à apresentação do “Gotas de Esperança” – sucesso absoluto de crítica e público.  
“Ainda neste mês de junho, com as bênçãos de Deus e a intercessão de São José de Ribamar, colocaremos toda a potência de nosso transmissor em ação, o que dará maior alcance e qualidade à nossa emissora. Ao mesmo tempo, estrearemos uma nova programação, com mais jornalismo, mais esporte, mais devoção e, sobretudo, mais participação do ouvinte”, afirma o atual diretor geral, padre Cláudio Roberto.