Busque uma postagem

domingo, 12 de junho de 2016

Educadora comemora aniversário na Casa do Padroeiro do Maranhão

Colaboradores pedem bênção ao Padroeiro do Maranhão

Na manhã deste domingo (12), o Santuário Arquidiocesano São José de Ribamar, teve motivo a mais para render graças ao Padroeiro do Maranhão.  A santa missa das 08h30min, presidida pelo padre Cláudio Roberto, reitor, e concelebrada pelo padre Irailson Dias, pároco solidário, e pelo diácono permanente Pedro Filho reuniu colaboradores da rádio Educadora e centenas de ouvintes que acompanhavam a transmissão da missa. Padre Eudo Ferreira, também pároco solidário, acolheu os romeiros no confessionário, enquanto padre Gutemberg Feitosa, vice  reitor, acompanhava a equipe de trabalho da emissora na manhã festiva para a AM 560. Os padres Cláudio e Gutemberg são os atuais gestores da rádio.  A emissora celebra 50 anos de fundação destacando as novidades e melhorias que estão sendo implantadas nesta nova gestão. Destaque para a nova antena e potência máxima em seu transmissor (mais que o dobro de potência de todas as concorrentes do Estado) é uma das mais influentes do Maranhão. A ideia de uma emissora para difundir o Evangelho, a cultura e a educação popular na zona rural e urbana maranhense fez com que dom José de Medeiros Delgado, então arcebispo, reunisse um grupo formado por membros do clero e leigos para fundar, em 12 de junho de 1966, a Rádio Educadora do Maranhão AM - 560 KHz – com apenas 1Kw de potência no transmissor.
Missão
Ao longo dos anos, seus ideais de evangelização e de luta em favor dos menos favorecidos já não ficaram mais voltados apenas para a zona rural. Atualmente, abrangem a amplitude da realidade do Estado e de seus vizinhos Pará, Tocantins e Piauí. Por isso, feriram os interesses de classes dominantes, culminando com a suspensão de seus trabalhos, por oito dias, durante o regime militar. Mesmo assim, a emissora não perdeu a sua essência e continuou escrevendo uma história vanguardista no sistema de radiodifusão do Maranhão.
Arcebispos
Vale lembrar que, em 50 anos, a emissora da Arquidiocese de São Luís, após a idealização de dom Delgado, esteve sob a presidência de dom João José da Motta e Albuquerque (1964 – 1984), dom Paulo Eduardo de Andrade Ponte (1984-2005) e dom José Belisário da Silva. “Estes arcebispos foram grandes entusiastas na missão da Rádio Educadora como veículo multiplicador do Evangelho de Jesus Cristo. Desde aquela época, reconheciam a importância dela como formadora de opinião e trincheira de defesa dos direitos, principalmente da população mais carente”, relata o padre Gutemberg Feitosa, ex-estagiário, atual apresentador e diretor da Educadora.
Segundo dom José Belisário da Silva, a programação da emissora é uma prova de que a sua missão sempre priorizou o ouvinte: “A Educadora sempre manteve uma programação variada, procurando atender a sua inspiração original com a tarefa de animar, divertir e evangelizar”.