Busque uma postagem

Arquivos

domingo, 12 de junho de 2016

Educadora comemora aniversário na Casa do Padroeiro do Maranhão

Colaboradores pedem bênção ao Padroeiro do Maranhão

Na manhã deste domingo (12), o Santuário Arquidiocesano São José de Ribamar, teve motivo a mais para render graças ao Padroeiro do Maranhão.  A santa missa das 08h30min, presidida pelo padre Cláudio Roberto, reitor, e concelebrada pelo padre Irailson Dias, pároco solidário, e pelo diácono permanente Pedro Filho reuniu colaboradores da rádio Educadora e centenas de ouvintes que acompanhavam a transmissão da missa. Padre Eudo Ferreira, também pároco solidário, acolheu os romeiros no confessionário, enquanto padre Gutemberg Feitosa, vice  reitor, acompanhava a equipe de trabalho da emissora na manhã festiva para a AM 560. Os padres Cláudio e Gutemberg são os atuais gestores da rádio.  A emissora celebra 50 anos de fundação destacando as novidades e melhorias que estão sendo implantadas nesta nova gestão. Destaque para a nova antena e potência máxima em seu transmissor (mais que o dobro de potência de todas as concorrentes do Estado) é uma das mais influentes do Maranhão. A ideia de uma emissora para difundir o Evangelho, a cultura e a educação popular na zona rural e urbana maranhense fez com que dom José de Medeiros Delgado, então arcebispo, reunisse um grupo formado por membros do clero e leigos para fundar, em 12 de junho de 1966, a Rádio Educadora do Maranhão AM - 560 KHz – com apenas 1Kw de potência no transmissor.
Missão
Ao longo dos anos, seus ideais de evangelização e de luta em favor dos menos favorecidos já não ficaram mais voltados apenas para a zona rural. Atualmente, abrangem a amplitude da realidade do Estado e de seus vizinhos Pará, Tocantins e Piauí. Por isso, feriram os interesses de classes dominantes, culminando com a suspensão de seus trabalhos, por oito dias, durante o regime militar. Mesmo assim, a emissora não perdeu a sua essência e continuou escrevendo uma história vanguardista no sistema de radiodifusão do Maranhão.
Arcebispos
Vale lembrar que, em 50 anos, a emissora da Arquidiocese de São Luís, após a idealização de dom Delgado, esteve sob a presidência de dom João José da Motta e Albuquerque (1964 – 1984), dom Paulo Eduardo de Andrade Ponte (1984-2005) e dom José Belisário da Silva. “Estes arcebispos foram grandes entusiastas na missão da Rádio Educadora como veículo multiplicador do Evangelho de Jesus Cristo. Desde aquela época, reconheciam a importância dela como formadora de opinião e trincheira de defesa dos direitos, principalmente da população mais carente”, relata o padre Gutemberg Feitosa, ex-estagiário, atual apresentador e diretor da Educadora.
Segundo dom José Belisário da Silva, a programação da emissora é uma prova de que a sua missão sempre priorizou o ouvinte: “A Educadora sempre manteve uma programação variada, procurando atender a sua inspiração original com a tarefa de animar, divertir e evangelizar”.