Busque uma postagem

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Comunidade São Francisco celebra Coroação de Nossa Senhora


Neste sábado, 28, o Setor Juventude do Santuário São José de Ribamar esteve no Caúra, comunidade São Francisco, para a celebração da coroação de Nossa Senhora. 
O setor preparou para o dia, momentos
de reflexão, visitas domiciliares, caminhada, procissão e, por fim, o rito da coroação.  O objetivo é celebrar Maria, Mãe da Igreja, rainha universal, na comunidade e usar o evento como ferramenta de evangelização para os moradores da
localidade. Avaliando de forma positiva, o setor acredita ter realizado o evento com saldo favorável. A proposta é continuar a desenvolver atividades na comunidade, propiciando mais momentos de oração e participação comunitária como este.  


Rito de Coroação* - A devoção que a Igreja tem de coroar a imagem da Virgem Maria em muitas datas em que celebramos uma festa a ela dedicada, em especial no mês de maio, é muito antiga. Este gesto quer externar o carinho que sentimos pela Mãe de Jesus e nossa Mãe. 

Não se trata de uma devoção vazia de sentido, e nem mesmo a consideramos uma deusa, pois Maria não é um fim em si mesma. Não é meta, mas é sinal. Sua missão é sempre nos apontar Jesus. Ela é aurora que antecede a luz radiante do magnífico Sol que é Cristo. 
Coroamos a sua Imagem, porque em nosso coração Ela tem um lugar especial, pois pelo seu “fiat” (faça-se) Deus torna-se Homem em seu seio virginal. 
Ao anúncio do Arcanjo Gabriel, que falou - lhe claramente: “o santo que vai nascer de ti será chamado filho de Deus”. (Lc 1,35), Maria não titubeia e se coloca como serva, não só com palavras, mas logo vai ao encontro de sua prima Isabel, que ao receber sua visita, exclamou: “donde me esta honra de vir a mim a mãe do meu Senhor“. (Lc 1,43)


Coroamos a imagem de Maria, como gesto simbólico, para, desejosos, aprender com ela a cantar as maravilhas de Deus, no nosso dia- a -dia reconhecendo-O como Deus Vivo: “Minha alma glorifica o Senhor e meu espírito exulta em Deus meu Salvador” (Lc 2,47). 


*catequisar.com.br