Busque uma postagem

Arquivos

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Procissão e Santa Missa de Enceramento do Grande Festejo.

A cidade de Ribamar iniciou o dia 06 de setembro, domingo, lotado de fiéis do padroeiro. Dia que a cidade para e não se presta a mais nada, a não ser para acolher romeiros vindos de todas as partes do estado do Maranhão.
Missas a todo momento, batizados, bênçãos. Romeiros chegando de minuto a minuto. O ritmo é corrido. Todos os anos o Santuário se preocupa com a preparação do almoço para os romeiros, que, este ano, ganhou reforço a mais; dom Esmeraldo ajudou os paroquianos a preparar a alimentação. Os paroquianos ainda puderam contar com a ajuda do bispo auxiliar para a distribuição do almoço.  
As 16h, pontualmente, saiu do
santuário a procissão do padroeiro. Dom Esmeraldo rezando seu terço ia acompanhado pelo diácono e padres da arquidiocese que visitavam a festa.  Os párocos solidários animavam os fiéis cantando “músicas da festa” e convidando as famílias para caminhar
com o padroeiro do Maranhão. Dom Esmeraldo, acompanhado pelo diácono permanente, acompanhou todo o trajeto fazendo a oração do terço.  Ao retornarem para a Concha Acústica, já não havia espaço na praça São José; estava repleta de romeiros.
Dom Esmeraldo Barreto, bispo auxiliar da arquidiocese, presidiu a santa missa ladeado pelos párocos solidários, padres da Forania, padre Paulo por exemplo, da paróquia Nossa Senhora da Luz,
Paço do Lumiar, e padres da arquidiocese como o padre Ricardo Cordeiro do bairro Bequimão, paróquia Sagrado Coração de Jesus.  Ainda puderam contar com a presença do diácono permanente José de Ribamar Desterro.
Dom Esmeraldo destacou, durante homilia, a importância da devoção,
sobretudo a São José. E frisou a dignidade da devoção a São José de Ribamar e importância do seu padroado para a arquidiocese do Maranhão. Cantou e rezou com o povo de Deus. Pediu a bênção ao santo Carpinteiro.
Após a Santa Missa, os fiéis ainda contaram com o show do padre Ribamar Rodrigues da diocese de Pinheiro. O padre cantou principalmente para a juventude.  A noite encerrou com grande participação de fiéis. Uma imensa massa de amantes de José de Ribamar, o santo protetor do Maranhão, santo padroeiro dos Maranhenses.