Busque uma postagem

Arquivos

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Festejo de Ribamar é preparado por devotos e párocos

É grande a expectativa para o Festejo 2015 do padroeiro do Maranhão, que inicia amanhã (28) com alvorada as 5h, saindo da paróquia do Moropóia, Sagrado Coração de Jesus. Este ano o Santuário Arquidiocesano São José de Ribamar comemora cem anos da edificação da igreja dedicada ao santo querido, o protetor do Maranhão.
O período do festejo é sempre escolhido pelas lideranças das pastorais e das
comunidades da Paróquia e Santuário em comunhão com os párocos solidários e o diácono permanente durante o retiro-assembleia. O evento ocorre sempre no início do ano. Em 2015 aconteceu nos dias 30 e 31 de janeiro e 01 de fevereiro. Neste ano, o
V retiro e XV assembleia de pastoral se deteve principalmente na celebração dos cem anos do início da construção da Casa do padroeiro. Durante a plenária os delegados presentes sugeriram, discutiram, votaram e aprovaram data do Festejo de São José de Ribamar, 28 de agosto a 06 de setembro. Foram as
lideranças que também alimentaram a ideia de remeter toda a celebração do Festejo aos cem anos de evangelização e manter a saudação ao padroado do Carpinteiro como tema central da festa. Em todas as assembleias e conselhos são feitas atas registando as decisões dos delegados que, ao fim da reuniões, são assinadas por seus participantes.
A Paróquia e Santuário São José de Ribamar abriga as comunidades Nossa Senhora das Graças, bairro Campina; Santa Maria, bairro Olho d`água; São Benedito, bairro São Benedito; São Francisco, Bairro Caúra, e a Matriz-Santuário São José de Ribamar no centro da capital.  
O Santuário é composto por várias pastorais espalhadas por todas as comunidades. Entres elas, as pastorais da Comunicação, Família, Liturgia, Catequese; Ministros da Eucaristia e Ministério  dos coroinhas, grupos dos Casais, Dízimo, Lírio de São José; Ministérios de Música; Setor Juventude (MEJ, Grupos de Jovens...); Apostolado da Oração; Legião de Maria (Presidium Virgem Poderosa, Presidium...); Grupo de eventos, RCC... São muitas as pastorais e suas ramificações. Todas elas estão representadas no conselho da paróquia que acontece mensalmente no centro pastoral e reúne mais de 40 conselheiros titulares sem colocar na conta convidados ou membros da assembleia de fiéis que também
frequentam o conselho pastoral do Santuário. O conselho é vital para a vida pastoral do Santuário, pois ajuda
os párocos solidários e diácono permanente na administração do Complexo Santuário. 
Preparando a Casa para as duas festividades, o Novenário de março e o grande Festejo em setembro e, claro, em razão dos cem anos da construção, os párocos solidários iniciaram a reforma da igreja no início deste ano. O templo foi inteiramente pintado, bem como sua estrutura física restaurada. O
compromisso assumido e cumprido com os devotos e romeiros de São José foi entregar seu templo de oração reformado antes da festividade de março. A Casa está totalmente pronta.
Os párocos e diácono também acompanham a devoção a São José e salvaguardam os locais de devoção e peregrinação. Cuidaram para que o devocionário, livro de orações do Santuário,  pudesse abraçar todas as devoções, a fim de que os devotos pudessem fazer suas orações de casa quando não pudessem estar no Santuário, e implantaram a Rádio Web SJR, que funciona pelo site, para acompanharem também as celebrações votivas. Ainda, trabalharam na publicação do livro A Lenda de São José de Ribamar, que trata a respeito da história do lugar, da devoção e outros tesouros locais que não estavam antes a disposição do povo. Sem falar
no fortalecimento da devoção ao
Caminho de São José, que é retomada no devocionário e contemplada em missa semanal além, claro, de ser a principal reflexão da grande romaria de São José. O Caminho de São José que, aliás, foi totalmente recuperado pelos párocos.
Ontem, 27, houve a tradicional lavagem da igreja feita pelos devotos do padroeiro e logo após coletiva de imprensa como todos os anos. A lavagem fortalece o sentimento de pertença dos fiéis do santo Carpinteiro que assumem também a responsabilidade pelo festejo. A coletiva
estreita os laços com a mídia do estado e oportuniza momento para transmissão de informações. 
Desta maneira, a festa do padroeiro do Maranhão, São José de Ribamar, é
construída por todos aqueles que desejam somar com a grande festa. Compromisso de todos aqueles que estão envolvidos com a vida pastoral do
Santuário e administrada pelos Párocos Solidários e diácono permanente que, junto ao conselho de pastoral,  são os principais entusiastas das comemorações de fé deste lugar. 
As atividades são planejadas com tempo e
com presença de todas os representantes de pastoral que votam, aprovam e assinam suas decisões.
Quem vive e acompanha a dinâmica do Santuário pode ver como estão satisfeitos os que trabalham e esperam a grande festa começar. Os fiéis contam
as horas, os romeiros os quilômetros e os devotos as contas do terço aguardando o raiar de mais um Festejo do “padroeiro do Maranhão, São José de Ribamar”.