Busque uma postagem

Arquivos

domingo, 3 de maio de 2015

Trabalhadores festejam São José Operário no Santuário

No dia do trabalho, diversos romeiros e devotos vieram a São José de Ribamar agradecer e pedir intercessão do santo. A equipe de párocos e paroquianos do Santuário promove o tríduo a São José Operário, festa que já faz parte do calendário oficial da cidade e cresce a cada ano. “Como nós poderíamos celebrar São José em maio, com a Igreja do mundo inteiro; e em setembro, com todos os maranhenses, e não celebrar em Maio, com trabalhadores e operários?”, questionou o pároco solidário e reitor do Santuário, Pe Cláudio Roberto.
Desde 1955, o papa Pio XII instituiu a
festa de São José Operário em primeiro de maio, levando em consideração a vida de sacrifícios de São José, que trabalhou a vida toda para ver Nosso Senhor Jesus Cristo dar a vida pela humanidade. Além disso, São José é o modelo ideal de operário. Sustentou sua família durante toda a vida com o trabalho de suas próprias mãos, cumpriu sempre seus deveres para com a comunidade, ensinou ao Filho de Deus a profissão de carpinteiro e, dessa maneira suada e laboriosa, permitiu que as profecias se cumprissem e seu povo fosse salvo, assim como toda a humanidade.
Durante o tríduo, uma vasta programação de missas e a procissão de encerramento movimentaram a cidade do Padroeiro do Maranhão. Na homília da missa de encerramento, Pe Cláudio Roberto enfatizou o respeito às profissões, o bom caráter e o sentido dado ao trabalho humano. “São José Operário mostra que o homem participa da obra criadora de Deus. Porém, quem
quer viver roubando ou na corrupção, não se configura no projeto de Deus, não está sendo imagem de Deus”, disse.