Busque uma postagem

Arquivos

quinta-feira, 1 de março de 2012

Quaresma 2012

Nesse tempo de quaresma em que temos que observar com mais cuidado aos  ensinamentos de Cristo, nosso blog irá falar um pouco sobre esse tempo forte de conversão, para isso iremos conhecer cada uma das estações da Via Sacra. Como ja mencionou o Papa Bento XVI em anuncio contendo ensinamentos da Carta aos Hebreus.


Trata-se de um percurso marcado pela oração e a partilha, pelo silêncio e o jejum, com a esperança de viver a alegria pascal.
Desejo, este ano, propor alguns pensamentos inspirados num breve texto bíblico tirado da Carta aos Hebreus: Prestemos atenção uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras. (Hb 10, 24)
Leia carta do Santo Papa Bento XVI na integra:
MENSAGEM DE SUA SANTIDADE PAPA BENTO XVI PARA A QUARESMA DE 2012


A melhor maneira de aproveitar bem o tempo quaresma, é o exercício consciente e vivificante da “Via Sacra”. Com efeito, este piedoso e tradicional exercício, que nos une a Jesus Cristo, no doloroso caminho, por Ele percorrido, ao seguir para o Calvário, onde seria imolado por nossos pecados.

"1. Excita em nós a gratidão, diante do amor, inefavelmente generoso e misteriosamente misericordioso, com que Jesus nos remiu. Es a gratidão é o penhor das graças de Deus, segundo a recomendação do Apóstolo, cheguem nossas petições ao conhecimento de Deus, envoltas na ação de graças (F 2, 4-6).

2. Mostra, ao vivo, a malícia enorme do pecado. Se para repará-lo teve o Filho bem amado do Padre Eterno que sofrer toda crueldade feroz, com que foi tratado na sua paixão, e todas as profundas humilhações a que o submeteu o ódio e a inveja de seus inimigos, é sinal de que realmente a malícia do pecado é algo tão monstruoso que atinge às raias do mistério. Por isso, pergunta o profeta: quem entenderá o pecado (Sal. 18,13)?

3. A malícia do pecado e o inefável amor que Jesus nos demonstra na sua paixão desperta em nós o desejo de repararmos, nós também nossas infidelidades e de cooperarmos com Jesus Cristo na salvação das almas. Daí o benefício da Via Sacra: predispõe-nos a imitar a Jesus Cristo, na sua humildade e nos seus padecimentos. Faz-nos aceitar e mesmo procurar a mortificação dos sentidos, de nossa gula, de nossas comodidades, e sobretudo de nossa vontade que nos torna mais submissos a Deus e aos nossos superiores por amor de Deus.

Assim, com a “Via Sacra”, meditada e vivida, a Quaresma opera a nossa conversão e nos prepara para as puras alegrias da Santa Páscoa."

 Dom Antonio de Castro Mayer, Bispo de Campos